fbpx

Psicologia para Todos: Situação econômica e efeitos na saúde do trabalhador


Durante a vida do Ser Humano há inúmeras situações que causam tristeza, além de situações dolorosas e eventos frustrantes. A atual situação econômica do país tem afetado muitos trabalhadores brasileiros, que diante da perda do emprego, perdem o poder de aquisição de bens materiais e tal perda não atinge apenas os trabalhadores, mas suas famílias. A reação diante de situações novas varia de acordo com as pessoas. Dificilmente alguém fica feliz diante de uma perda, principalmente quando o impacto é em seu cotidiano. O Contexto todo do indivíduo é afetado, mas os familiares podem contribuir para minimizar o dano à saúde dos trabalhadores que se vêm em tal situação, evitando, desta forma, que a tristeza evolua para quadros patológicos, tais como depressão e demais transtorno mentais.

Visto que a situação está dada e a crise afeta a classe trabalhadora, uma das formas de a família ajudar é não atribuir a culpa do desemprego ao indivíduo que está desempregado, mas sim do cenário econômico do país, que está em crise, demonstrar compreensão diante da dificuldade de recolocação no mercado, compreender que a recolocação pode não ser tão rápida, fazer readequações no estilo de vida, cortando gastos menos necessários, além de compreender que alguns planos serão adiados, não necessariamente  interrompidos.

A compreensão do meio faz muita diferença diante do enfrentamento do momento no qual o desempregado se encontra. Há, em alguns casos, a transição muito rápida do sentimento de onipotência para o de impotência diante das demandas da vida e neste momento, o contexto pode colaborar, inclusive, apontando para o trabalhador que ele não é limitado à profissão e ao cargo que exercia, evidenciando o Ser, que antes de qualquer titulo ou “cargo”, é Humano.

A insegurança social gera doenças psíquicas, mas a família e a compreensão do momento podem tornar menos danosa a situação. Portanto, cabe salientar que a desconstrução feita pelo modelo socioeconômico de identidade condicionada à profissão é algo urgente.

Marcia Kelen Moscatelli CRP 06/127284, é Psicóloga pela UNIP, Psicopedagoga Institucional UNICID – Universidade da Cidade de São Paulo, Gestora de Processos Gerenciais, UNICID – Universidade da Cidade de São Paulo, Atualização em Motivação nas Organizações FGV, Extensão em Estilo de Gestão e Liderança FGV, Atualização em Contratação de Trabalhadores FGV, Atualização em Assistência Psicológica na Pediatria Hospital Albert Einstein Instituto Israelita Ensino e Pesquisa, Aperfeiçoamento Profissional Seminário de Marketing Categorizado Instituto de Marketing Brasil – Argentina, Atualização TDAH Diagnóstico e intervenções, Atualização em Neuropsicologia Diagnóstico e intervenções Hospital Albert Einstein Instituto Israelita Ensino e Pesquisa, Atualização em Psicologia Esportiva.

Contato: (15) 997772825

E-mail: marcia@psisorocaba.com.br
Site:www.psicologamarciakelen.com.br

Deixe seu comentário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *