fbpx

Governo eletrônico cada vez mais ganhando espaço


Na Estônia as pessoas podem eleger seus representantes parlamentares, pagar os impostos e acessar cerca de 3 mil serviços públicos on-line.
Na Coreia do Sul o governo convida os cidadãos a apresentar sugestões de políticas ou queixas sobre corrupção, modera discussões sobre as observações do público e divulga suas decisões, tudo on-line.
A tecnologia torna as operações governamentais mais transparentes e a prestação de serviços mais eficiente e menos dispendiosa. Muitas vezes chamado de “governo eletrônico”, esse serviço está sendo utilizado em várias esferas por autoridades da Estônia, Coreia do Sul, entre outros países.

Cidadãos e ativistas

Os cidadãos aderem ao governo eletrônico quando é fácil e poupa tempo. Cidadãos de Vilnius e Erevan concordam com isso, além cidadãos de Nova York, Seul, Hong Kong e de outros dez maiores municípios que oferecem serviços públicos on-line.
Ativistas recorrem ao governo eletrônico também, afirmou Jane Fountain, professora da Universidade de Massachusetts Amherst. Os dados on-line os ajudam a compartilhar informações e avaliar temas como educação, trânsito, progresso ambiental, entre outros, disse ela.

English

In Estonia people can elect their parliamentary representatives, pay their taxes and access around 3,000 government services online.
In South Korea the government invites citizens to submit policy suggestions or corruption complaints, moderates discussion of these submissions, and reports back on its decisions, all online.
Technology makes government operations more transparent and delivery of services more efficient and less costly. It’s often called “e-government,” and officials beyond Estonia and South Korea are embracing it to various extents.

Citizens and activists

Citizens embrace e-government when it’s easy and saves time. Citizens of Vilnius and Yerevan agree, along with those in New York, Seoul, Hong Kong, and the other top ten e-government municipalities.

Activists embrace e-government too, said Jane Fountain, a professor at the University of Massachusetts Amherst. Online data helps them share information and evaluate education, traffic, environmental progress and other issues, she said.

Deixe seu comentário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *