fbpx

Didática, você sabe o que é?


DIDÁTICA de acordo com o dicionário “Aurélio” é: Arte de ensinar; o procedimento pelo qual o mundo da experiência e da cultura é transmitido pelo educador ao educando, nas escolas ou em obras especializadas. Conjunto de teorias e técnicas relativas à transmissão do conhecimento. O Instituto Americano de Ensino, usa em suas aulas duas das mais conhecidas didáticas, sendo elas o Construtivismo e a Abordagem sócio-histórico-cultural.

O construtivismo tem como mentor o famoso pensador suíço Jean Piaget, considerado um dos maiores pensadores da área da educação. Já a Abordagem sócio-histórico-cultural, tem como mentor Vigotsky psicólogo russo, e o brasileiro Paulo Freire considerado por muitos o maior educador brasileiro de todos os tempos.

Construtivismo
O ensino-aprendizagem acontece através da interação, e visa desenvolver autonomia para que o aluno aprenda por si mesmo. O papel do professor é criar situações favoráveis a aprendizagem, ele é quem problematiza e os alunos vão em busca das respostas, assim o aluno tem papel ativo no processo de ensino-aprendizagem, enquanto o professor é o facilitador do processo.

Abordagem sócio-histórico-cultural
As experiências dos alunos são consideradas e usadas em sala de aula a favor do próximo, as atividades são em grupos ou em duplas visando que o aluno com mais conhecimento ajude o que tem menos; os aluno são protagonistas, tem papel ativo e participam do seu próprio processo de ensino-aprendizagem e do de seus colegas de sala, enquanto o professor é o mediador da interação.
A partir dessas informações acredito que você aluno consiga entender o porquê de tantas atividades em grupo e em duplas, o porquê do professor pedir que busque as informações e que crie seus próprios exemplos. Nós do Instituto Americano de Ensino Independente queremos que nossos alunos sejam autônomos em relação aos seus estudos e aprendizagem, ajudando sempre uns aos outros compartilhando conhecimento e cultura.

Bons estudos para todos nós!

É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal forma que, num dado momento, a tua fala seja a tua prática.

Paulo Freire

Deixe seu comentário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *