A emoção no sucesso escolar


Dificuldade de aprendizagem, embora seja uma frase muito usada por professores, pais e alunos, envolve aspectos muito mais amplos, envolvendo não apenas o aluno, enquanto indivíduo que não consegue aprender, mas sim, um complexo leque de situações que envolvem tanto o meio no qual o aluno está inserido, a escola, enquanto instituição considerando a  forma como compreende, tanto o ensino, a aprendizagem e recursos pelo qual o conteúdo será compartilhado com os alunos, quanto a relação afetiva que envolve o processo ensino aprendizagem, ou seja, a compreensão do aluno enquanto indivíduo inserido em seu contexto social, respeito pela forma como este aluno significa o mundo e aquilo que será aprendido, a relação de afetividade, com o aprendizado fazendo sentido para o aluno.

O respeito em relação ao aluno como ser complexo, as fases do desenvolvimento e aspectos culturais podem promover melhores resultados nos processos de aprendizagem.

Para que o aluno possa aprender, as relações de sentido, a partir do contexto sócio histórico, têm que ser respeitadas e fazer parte de todo programa didático pedagógico.

Na preparação do método para o ensino, os símbolos, compreensão, e contexto têm que ser considerados como recurso para aprendizagem, afinal, se o aluno não compreende o porquê de aprender e não vê associação com sua vida prática, o assunto não provoca seu interesse e não é afetado na relação com o assunto abordado, pois não consegue identificar em sua vida prática.

O aluno quando pertencente em sua aprendizagem, apropriado daquilo que o professor e instituição se propuseram a ensinar, assume papel ativo e responsável, podendo contribuir para o desenvolvimento de seu próprio conhecimento e colaborador com os demais alunos.

Tal proposta de processo atua nas funções psicológicas superiores Humanas, tais como atenção voluntária, memória, capacidade de abstração, -, comportamento intencional e não obrigação de aprender.

“são produtos da atividade cerebral, têm uma base biológica, mas, fundamentalmente, são resultados da interação do indivíduo com o mundo, interação mediada pelos objetos construídos pelos seres humanos” Facci (2004, p. 64).

Por exemplo, podem ser observados melhores rendimentos escolares com aprendizagem proveitosa quando há atividades em grupos que têm afinidade, ou seja, ao identificar o gosto dos alunos por determinadas atividades, fazer grupos e o mesmo conteúdo apresentado de formas diferentes, respeitando o conhecimento dos alunos e o potencial de conhecimento destes, pois há envolvimento emocional e afetivo por parte destes, promovendo maior empenho e com isso, maior assimilação e acomodação daquilo que fio ensinado.

As emoções, que são estimuladas na proposta de inserção ativa do aluno e o conhecimento do professor sobre estes, para além de seu nome, respeitando seu conhecimento real e o potencial, podem ser estimuladas de forma positiva proporcionando sucesso no processo de aprendizagem.

O processo emocional considerado no ambiente escolar pode mudar a maneira de compreensão, tanto dos alunos quanto dos professores e as dificuldades de aprendizagem podem não ser mais tão utilizadas para definir um modelo de ensino que promove o fracasso escolar por excesso de conhecimento do conteúdo a ser ensinado e mínimo conhecimento daquele à quem deve aprender.

Marcia Kelen Moscatelli CRP 06/127284, é Psicóloga pela UNIP, Psicopedagoga Institucional UNICID – Universidade da Cidade de São Paulo, Gestora de Processos Gerenciais, UNICID – Universidade da Cidade de São Paulo, Atualização em Motivação nas Organizações FGV, Extensão em Estilo de Gestão e Liderança FGV, Atualização em Contratação de Trabalhadores FGV, Atualização em Assistência Psicológica na Pediatria Hospital Albert Einstein Instituto Israelita Ensino e Pesquisa, Aperfeiçoamento Profissional Seminário de Marketing Categorizado Instituto de Marketing Brasil – Argentina, Atualização TDAH Diagnóstico e intervenções, Atualização em Neuropsicologia Diagnóstico e intervenções Hospital Albert Einstein Instituto Israelita Ensino e Pesquisa, Atualização em Psicologia Esportiva.

Contato: (15) 997772825
E-mail: marcia@psisorocaba.com.br
Site:www.psicologamarciakelen.com.br

 

Deixe seu comentário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *