fbpx

3 TRUQUES PARA TRANSMITIR CONFIANÇA (MESMO ESTANDO INSEGURO)


 

  1. Aja primeiro. “O profissional deve partir para a ação, que pode ser ancorada na observação da atitude de pessoas confiantes”, diz Rodrigo Soares. Repare na linguagem corporal de alguém que você considera confiante. Note gestos e expressões e perceba de quais deles você poderia se apropriar. “Pequenas ações já projetam confiança”, diz. AGIR DE MANEIRA CONFIANTE, MESMO ANTES DE SE SENTIR TÃO SEGURO QUANTO DEMONSTRA A “NOVA” ATITUDE, TERÁ RESULTADOS EFETIVOS NA SUA AUTOIMAGEM.
  1. Elimine vocabulário impreciso. “Há, por exemplo, uma diferença grande no nível de confiança transmitido ao interlocutor entre dizer ‘eu acho’ e dizer ‘eu acredito’”, diz Soares. Eliminar palavras imprecisas é uma maneira de valorizar suas colocações em reuniões e apresentações. Ritmo e cadência da fala são fatores importantes para demonstrar credibilidade. O contato visual, um desafio para os mais inseguros, nunca deve ser preterido neste processo. E lembre-se de sorrir, indica Soares.
  1. Bom humor. Pessoas engraçadas, em geral, são vistas como confiantes. Quando for apropriado ao ambiente, aposte no humor, mas com moderação e parcimônia. Se sua a insegurança não permite que você tenha a coragem de tentar provocar risadas nos outros, apresente-se no dia a dia, simplesmente, com bom humor. “Ninguém precisa contar piada, um sinal de bom humor em uma entrevista de emprego é o sorriso”, diz Soares. Aliadas aos truques, estas ações são imprescindíveis: Tenha mentores. Executivos muitas vezes atribuem parte de seu sucesso à orientação que receberam de seus mentores ao longo da carreira. Cercar-se de uma rede de apoio vai, sem dúvida, aumentar o seu nível de confiança para tomar decisões no âmbito profissional. Segundo Soares, um mentor deve, inclusive, ser encarado como um lembrete constante do que é necessário fazer para chegar aonde você quer. “Devem ser pessoas que inspiram admiração e com quem há forte identificação de valores”, diz Soares. Prepare-se. Quanto mais inseguro o empreendedor, mais a preparação se faz necessária. Dedique-se ao máximo antes de enfrentar reuniões, apresentações ou outros momentos de protagonismo. Pular a preparação é deixar muito espaço para o acaso e para possíveis falhas. Artigo adaptado e originalmente publicado em Exame.com Leia mais em Endeavor @ https://endeavor.org.br/confianca/

 

Deixe seu comentário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *